Implementação do sistema de recolha seletiva porta-a-porta - 1ª fase

O Plano de Ação de Resíduos da AMCAL (PAPERSU AMCAL) prevê a implementação da recolha seletiva porta a porta nos seus cinco municípios associados, num horizonte temporal entre 2016 e 2020 e com um investimento aproximado de 2.000.000,00€.

A execução desta ação no concelho de Alvito implicou um investimento aproximado de 390.000,00€, comparticipado pelo POSEUR, compreendendo a elaboração de um estudo, campanhas de informação e sensibilização e a aquisição de 1 viatura de recolha e transporte de resíduos e 6.000 contentores domésticos de 40 litros.

O objetivo principal deste projeto é, antes de mais, ambiental, atuando ao nível da economia circular, reduzindo a deposição de resíduos urbanos em aterro, aumentando a quantidade de resíduos enviada para reutilização e reciclagem e valorizando-os economicamente.

Esta ação insere-se na estratégia desenhada pela AMCAL em conjunto com os seus municípios associados de cumprir, e se possível, superar as metas nacionais aprovadas neste âmbito.

No âmbito desta operação foram distribuídos 4 contentores por alojamento, para os resíduos indiferenciados, papel/cartão, vidro e plástico/metal.

Os munícipes ficaram desde janeiro de 2019, momento de arranque do projeto, servidos por um sistema de recolha de resíduos urbanos mais próximo e mais fácil e cómodo de utilizar, garantindo-se assim uma maior limpeza dos espaços públicos e uma menor contaminação dos resíduos recicláveis.

No Quadro é seguinte é possível verificar a produção de resíduos urbanos no concelho de Alvito antes e depois da implementação desta operação:

Resíduos 2016 (ton) 2017 (ton) 2018 (ton) 2019 (ton) 2020 (ton) 2021 (ton)
Resíduos Indiferenciados 1.041 9771.026888951957
Monstros Domésticos5458,24100,9671,5189,08165,9
Embalagens33,3423,823,452,0666,7657,68
Vidro35,833,5831,4455,7662,9858,84
Papel Cartão50,4236,5243,1462,7469,5866,8

Tratando-se de um projeto pioneiro para a AMCAL, decidiu-se testá-lo, numa primeira fase, no concelho de Alvito, por ser o concelho menos populoso e só com duas povoações, e, em consequência, de mais fácil implementação e execução.

Top